Total de visualizações de página

18 de ago de 2011

Paysandu treina no Kaza

O coletivo de ontem à tarde teve outra novidade nas quatro linhas que não necessariamente em relação aos jogadores. Ela foi, justamente, nas quatro linhas. Para melhor adaptar o time, as dimensões do gramado do campo do Kaza, em Ananindeua, foram diminuídas para as mesmas do Zinho Oliveira (100 x 60 metros). O treino de hoje, o apronto final, será no mesmo local.De acordo com o técnico bicolor, é uma atitude natural para melhor adaptar o elenco que vai encarar o Zinho Oliveira pela primeira vez, caso da maior parte dos jogadores
do Paysandu. “Não diria que é uma preocupação excepcional. Procuro trabalhar situações de jogo e o campo em Marabá tem dimensões menores que as que treinamos e jogamos.
É completamente diferente. São dez metros a menos. Por isso, tomamos essa providência para trabalhar hoje (ontem)”, explicou Roberto Fernandes.No entanto, essa adaptação não tem como evitar algumas difi culdades que acontecerão. Com um campo menor e um gramado irregular e duro, o choque é bem maior, o que pode prejudicar bastante a linha de ataque do Papão,
quase toda ela formada por atletas mais leves. “Muda bastante. Num campo menor e com um gramado irregular o choque é inevitável. O Rodrigo Pontes é de choque, o Robinho não. Esses jogadores mais leves terão bem mais difi culdades. O perfil da equipe muda”,afirmou treinador. Entre os jogadores, as opiniões são semelhantes. O meia Thiago Potiguar, a ser confirmado entre os titulares, será um dos que mais sofrerá com as condições do gramado. Rafael Oliveira é um dos que pode se beneficiar com seu jogo calcado no contato físico. Ele acredita que os ensaios da semana serão suficientes para sanar qualquer problema nesse sentido.

Fonte: O Liberal

Nenhum comentário: