Total de visualizações de página

17 de ago de 2011

Coluna do Carlos Ferreira - O Liberal

Luis Omar faz um esclarecimento importante para a decisão de levar para a Curuzu
os jogos contra Luverdense e Araguaina. Alega que para jogos no Mangueirão são
produzidos 31 mil ingressos, que implicam em cerca de 1,5 mil gratuidades. Na Curuzu,
16 mil ingressos, cerca de 700 gratuidades garantidas pelo Estatuto do Torcedor. Enfim,
com custos menores, a Curuzu comporta o público que tem ido ao Mangueirão.

Direitos de transmissão (TV) da Série C são tratados por convenção. Não há uma normati-
zação. Pelo convencionado desde 2008, não há sentido na posição do Luverdense/MT, proces-
sando a TV Aldeia-AC na Justiça pela transmissão do jogo contra o Rio Branco, no Acre, para
o público acreano, nem na ameaça à TV Cultura-PA para a hipótese de transmissão do jogo
contra o Paysandu, em Belém, para o público paraense. Mas, por ser apenas uma convenção,
legalmente nada deve impedir o clube matogrossense de cobrar o que pretende.

iberado pela Justiça Desportiva para trabalhar à beira do campo em Marabá, sábado, Roberto Fernandes trata de ajustar o time bicolor. Como Rodrigo Pontes está de volta ao meio de campo, o técnico deve optar por dois zagueiros e dois meias. Mas é possível que Sandro seja mantido no time, agora como meia. Jean vai continuar na lateral esquerda, já que Fábio Gaúcho continua
em tratamento médico

Fonte: O Liberal

3 comentários:

Luiz Claudio disse...

Me chamo Luiz, gostaria muito em poder publicar a sua coluna em meu site - www.parasoccer.com.br.

Abraços

Email: luiz@parasoccer.com.br

Fone: 91 99913988

Anônimo disse...

Me chamo Luiz, gostaria muito em poder publicar a sua coluna em meu site - www.parasoccer.com.br.

Abraços

Email: luiz@parasoccer.com.br

Fone: 91 99913988

Raimundo Pinheiro disse...

Ferreira, nos tres ultimos jogos faltou técnico ao PAPÃO.
Contra o Fortaleza tirou o unico jogador de armação e colocou um atacante, ou seja, o time ficou sem armador, era só correria e bola levantada na área, depois tirou o Potiguar que mesmo mal, conseguia avançar com a bola, e colocou mais um atacante fixo, o Rafael Oliveira. Contra o Santa Cruz, ganhando de 3x1, tirou o Wanderson e colocou o Neto, ou seja, trocou seis por meia duzia, deveria ter deixado o Wanderson e tirado um atacante pra colocar o Neto. Ontem, com o Aguia encolhido, o time continuou com tres zaqueiros e dois volantes. JÁ PERDI A ESPERANÇA DE SUBIR.