Total de visualizações de página

17 de ago de 2011

Papão agora tem "tabu" a seu favor

A derrota para o Ypiranga, por 2 a 1, num amistoso em Macapá no mês de maio, foi a última do Paysandu. A partir de lá, oito jogos com cinco empates e três vitórias. Uma invencibilidade para o time bicolor defender sábado em Marabá, diante do Águia. No último confronto que Águia e Paysandu tiveram em Marabá, em maio, pelo campeonato estadual, o time marabaense
venceu por 3 a 1 e eliminou o Papão do segundo turno. Na invencibilidade a ser defendida sábado, o Paysandu venceu o Izabelense (amistoso), Araguaina e Águia (Série C). Empatou com o Indepen-dente (duas vezes na decisão estadual), Águia (amistoso), Rio Branco e Luverdense (Sé-rie C). Toda essa trajetória é do técnico Roberto Fernan-des, que já teve dois contatos diretos com o próximo adversário, mas somente em Belém. O treinador, como a maioria dos jogadores, não conhece o terreno irregular e o diminuto gramado de 100 x 65 metros do estádio Zinho Oliveira, onde o futebol tem contato físico e lances aéreos acima do normal. Mas somente com essas informações já deve ter percebido que seu time terá que ser muito valente e atento para ser feliz no sábado, num jogo em que o Papão (8 pontos) tanto pode avançar na liderança do grupo como pode perdê-la para o próprio Águia (7 pontos).
Só por curiosidade, no jogo de Belém o Paysandu quebrou a invencibilidade do Águia (9 jogos)
ao fazer 2 a 1 no último minuto com o “gol samurai” de Rodrigo Pontes.

Nenhum comentário: